domingo, 30 de setembro de 2012

Musicando

Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te diretamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono.
 
 
Com todo amor para minha pequena!
Obrigada pela visita, volto logo!!!

4 comentários:

Cristiani Figueiredo disse...

Olá laura,
Passando para conferir as novidades e também para lhe desejar uma excelente semana.
Bjos no seu coração.
Fique na PAZ sempre.

Cores de Anas disse...

Tudo muiiito lindo por aqui, pelo visto você voltou em plena energia.
Amo suas belezuras e passar neste cantinho me deixa feliz!!!!
Bjos e uma semana ILUMINADA!!!

Maria Teresa

Georgia Visacri disse...

awmmm, coisa mais fofa de página e foto! Adorei!!

bjs

Grasi disse...

Lindo esse Scrap delicado com textinho de flores e delicadas flores ao redor dessa fofa foto e ainda mais PAblo Neruda,adorooo!!!
Pra vc. como comentario pra essa postagem quero deixar aqui o "é Proibido" : "...o Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
É proibido Não ter um momento para quem necessita de você, é proibido Não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Em fim LAura é proibido Não sentir que sem você este mundo não seria igual!!!!" P.Neruda a la Grasi